quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Uma Vez Você, Uma Vez Eu

Uma Vez Você, Uma Vez Eu - Diego Martello





UMA PROVOCATIVA VIAGEM AO ÍNTIMO DE CADA UM


Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar e não consegue, o que frusta o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar seus conflitos.

Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles.

Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga  verdadeiramente a realidade.

Sobre o Autor


Diego Martello é brasileiro, mora em Sorocaba (São Paulo), formado em administração (Comércio Exterior). Trabalha  com projeto automobilístico, especialmente na área de compras nacionais e internacionais, tem a leitura como seu principal passatempo e, durante anos, acumulou experiências que nortearam a origem deste livro. Uma vez você, uma vez eu é uma obra de estreia.



Minha Opinião


Uma vez você, uma vez eu, é sobretudo, um livros excepcional. Marcado por profundas reflexões. Narrado em primeira pessoa e fazendo uso do fluxo de consciência, o autor nos convida a uma viagem ao íntimo de nossa mente, fazendo-nos questionar até que ponto nossos pensamentos dominam nossas ações.

O título  é o primeiro trabalho do autor brasileiro, o qual já se mostra como um novo talento nacional, é claro que o mesmo ainda tem um longo trajeto de aperfeiçoamento, por ser bem jovem e levar jeito para a coisa!

O enredo gira em torno de Willian, Marcos e  Eva, onde o primeiro vive uma completa discordância com o pai, desde que os negócios na empresa da família começaram a passar por crises, pois Willian nada mais é do que um homem que não aceita ser contrariado e jamais pensa em mostrar suas fraquezas; o segundo é um homem bem sucedido economicamente, um bom líder e uma pessoa maravilhosa que vive dias ruins devido esse desentendimento com o filho; E Eva é uma doce mulher, sábia, inteligente e amorosa que está há três anos tentando engravidar sem sucesso (detalhe: ela só sabe cozinhar macarrão e molhos estranhos./ me identifiquei. Rsrs)

Adianto que o leitor precisa está bem atento, não por o texto ser complexo (é um pouco), mas para se deliciar com a mensagem pregada, pois o livro vem recheado de lições leves, filosóficas e poéticas, mas acima de tudo, possíveis de serem aplicadas no cotidiano.

Verdade seja dita, Diego tem uma mente fertilíssima! Acredito que esta característica é inerente ao ofício (escritor). Gente, o cara viaja e faz o leitor quase morrer de curiosidade, nos incentivando a uma leitura frenética e as vezes ele nos dá uns sustos que nos levam a acordar para a realidade adormecidas em nossas vidas cômodas.

Confesso que Diego me apresentou o dia mais longo de todo o calendário da minha existência e isso me fez refletir, sobretudo na diferença entre tempo físico e pensamento (não que pensamentos não ocorram em tempo físico, mas a escala do tempo é diferente!).

Uma dica : Duvide! ( rsrsrs... Entendedores entenderão!).


Dentre tantas lições que aprendi com os personagens, deixo a seguinte frase para sua reflexão:

"Acredito que o tempo só se torna importante, real, perceptível, quando estamos empenhados em algum objetivo. Se estamos somente levando a vida e deixando as coisas acontecerem por si só, o tempo perde sua importância e passamos somente a contar horas inutilmente. " - (página 145)

E para descontrair...

_ Willian_ Disse Eva, já dando a entender que faria piada de mim_, Você poderia explorar mais esse seu dom de complicar as coisas, pois realmente leva jeito. Talvez, um dia, você ache onde utilizá-lo de maneira útil!" _ página 143

Vou ter que concordar com Eva, Willian nervoso é um homem de muitas palavras. Hehehe. (se você ficou curioso, LEIA o livro! e você não se arrependerá!)

Pela construção dos personagens e de todo enredo, mas sobretudo pela mensagem pregada na obra, quero parabenizar o Escritor e desejar muito sucesso nessa caminhada desafiadora que é a escrita. Parabéns, Diego Martello!

O pacote da obra é bastante aconchegante. É aquela "encomenda" que quando o carteiro traz, você não espera para abrir...E depois que Abre: É MUITO AMOR PELO CONJUNTO DA OBRA ( vêm uns brides fofos)!
"Uma vez você, uma vez eu" é um dos melhores livros para te fazer refletir no poder dos pensamentos e sentimentos. A Nota de 1-5 do Baú para a obra é: 4

0 comentários:

Postar um comentário