sábado, 6 de fevereiro de 2016

As Horas Claras

As Horas Claras - Alonso Alvarez



SINOPSE

UMA HISTÓRIA DESASSOMBRADA!


Uma manhã de sol, no caminho para a escola, cinco meninos descobriram que suas sombras desapareceram. É também o primeiro dia de aula de aula de Clara, a nova moradora do prédio onde mora os meninos, que, além de cair na mesma sala que eles, atraiu os olhares de cada um na sua primeira aparição ao sair do elevador.

Os meninos, amigos inseparáveis, nessa manhã inusitada, se veem inesperadamente perseguidos pelo dono do único casarão do bairro, o Sr.Arandy, que surge de repente no jardim, depois de um deles repetir a mesma travessura de sempre.

Eles, um cão e um velho cego, dono de uma biblioteca infinita e labiríntica, moram num prédio que não tem o 11º andar.

Nesse andar que não existe - no livro anterior, o encanto da lua nova, hospedaram-se nele seres imaginários como Annabel, a feiticeira prisioneira de um encanto e personagens literários como Poe, Rimbaud, Fernando Pessoa e Emily Dickinson-, agora habitam novos inquilinos, astrônomos e cientistas como Galileu, Ptolomeu, Copérnico, Newton, Tales, entre outros.

Com o sumiço de suas sombras, os meninos fazem de tudo para reencontrá-las e, ao mesmo tempo, quando se descobrem transparentes ao sol e a qualquer outras luz, eles buscam alguma explicação e tentam desvendar o mistério.

As horas claras é uma aventura com a maior sombra de dúvida. Mas as sobras, em vez de esconder, podem revelar muitas coisas. Uma história sobre sobre claros e escuros, atrações e gravidades, encontros e acasos, paixões e poesia, dúvidas e descobertas, e uma grande tentação: "a doença da curiosidade".


Minha Opinião


Depois da divertida história de O encanto da lua nova, a lua aparece cheia para essa turminha que adora se meter em confusão.

Se você leu o livro ou a resenha que eu postei aqui, você percebeu que Alonso Alvarez não economizou imaginação e cultura em seu livro já citado, O encanto da lua nova.

 Pois bem, dessa vez estou aqui para falar do livro que dá continuação à história do prédio que possui os inquilinos mais atrapalhados de todos os tempos. Isso mesmo, Turista, Ri, Treze, Band-aid e Lupicínio (o cachorro), onde moram também um zelador e um síndico que vivem sendo atormentado pelos moleques e  seu jorge, o velho cego que possui um andar inteiro funcionando como biblioteca (reza a lenda que a tal biblioteca é encantada e labiríntica).

Os garotos moram em um prédio onde o elevador passa do 10º  direto para o 12º andar, pois o 11º andar não existe... Não! Pera! Vamos falar disso depois...

Então, o prédio recebe novos inquilinos, a família de Clara, a garota mais linda que os garotos já viram e posteriormente descobrirão que é também a mais inteligente de todas de sua sala, e que junto do velho cego descobrirá um mundo mágico e nele encontrará astrônomos, físicos e muitos pensadores.

Dessa vez os garotos descobriram que suas sombras nãos os acompanham mais, ou seja, eles estão transparentes a qualquer tipo de luz, eles não sabiam ao certo quando isso tinha acontecido, mas precisavam descobrir... Ou melhor, precisavam recuperá-las, e esse processo de recuperação das sombras lhes rendeu uma bela de uma aventura com a maior sombra de dúvida.

Como de costume, antes da escola eles passam pelo casarão dos Arandys no intuito de se divertirem, mas acabam tendo uma baita surpresa, o Sr Arandy tenta alcançá-los e eles se põem a correr desesperadamente para se livrarem do velho, acabam perdendo a prova e a chance de se aproximarem de Clara.

Ao retornarem para o prédio, encontram uma encomenda para um inquilino do andar inexistente, um tal de ISAAC NEWTON... Quem moraria em um andar que não existe e teria nome de físico? Logo os meninos se meteram em mais uma confusão, pois para eles aquilo poderia está por trás do desaparecimento de suas sombras, então arrumam um  jeito de descobrir esse mistério.

É então que descobrem que Annabel, a bruxa boa que morava no 11º andar, já não mora mais lá, e tudo indicava que o andar agora era habitado pelo próprio físico, Newton.

Por outro lado, Clara se apaixonou pela biblioteca do velho cego e passa o tempo que pôde por lá, viajando nas mais diversas leituras.

Na busca por suas sombras os garotos vão passar por muitas confusões, mas nada será tão grave, nada além de serem acusados por darem um fim na encomenda do tal Newton e saírem com Lupicínio pelos viadutos da cidade em busca de carniça, tudo isso para encontrarem suas sombras.

Não costumo dá spoiller dos livros que resenho, então só posso adiantar que esse título "As horas claras" é um livro sem  contra- indicação de idade, é uma obra que preza pelo bom humor e pelo equilíbrio de conteúdo, podendo ser lido tanto por uma criança quanto por um idoso, sem que haja escandalização de algum desses.

Repito o que disse na resenha do outro livro do autor, Alonso Alvarez é um escritor merecedor dos prêmios que já recebeu, pois sua escrita é muito simples, com palavras fáceis, ao mesmo tempo em que remete no seu livro várias informações sobre variados temas.

PS: Segundo o autor, estará sendo lançado em breve o próximo livro da turminha do prédio. fique atento!
Nem precisa perguntar... SUPER INDICO "AS HORAS CLARAS" !

Se você já leu ou se interessou pela obra, comente aqui!

Boa leitura! 

0 comentários:

Postar um comentário