segunda-feira, 25 de maio de 2015

O Duque e Eu

O Duque e Eu - Julia Quinn




SINOPSE


SIMOM BASSET, O irresistível duque de Hastings, acaba de retornar de Londres depois de seis anos viajando pelo mundo.Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas.

Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível.

É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.

Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante,todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga.

A ideia de Simon é fingir que a corteja.Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne.

Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que apresenta.

Mas,à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon se tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o possível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversões a tudo que ela mais quer na vida.

Primeiro dos oito livros da série Os Bridgertons, O Duque e eu  é uma bela história sobre o poder do amor,contada com o senso de humor afiado e a sensibilidade que são marcas registradas de Julia Quinn, autora com 8 milhões de exemplares vendidos.

RESENHA


"O Duque e eu" é o primeiro livro da série "Os Bridgertons" escrito por Julia Quinn e está enquadrado no gênero ROMANCE DE ÉPOCA. A série é composta por oito livros, mas nos ateremos a falar apenas do primeiro nesta resenha.

Foi através deste livro que conheci o trabalho desta autora fantástica e conclui que Julia Quinn é realmente fenomenal em sua escrita e você entenderá  do que estou falando.

Como dito na sinopse, a autora possui duas peculiaridades em seus escritos, Humor e sensibilidade. Por conta disso,é muito fácil se envolver na trama e ler sem cansar por horas a fio (Menos! Nem tanto tempo assim, o livro só tem 288 páginas!)

Neste livros temos os seguintes personagens:

Simon, o duque rico e bonitão que pensa em jamais se casar. Por que? Por problemas familiares. Sua mãe morreu por conta de seu parto, seu pai era um homem arrogante e que desconhecia qualquer forma de afeto,tudo que o  importava era levar a diante o nome de sua família, o " seu sangue" e por conta disso, rejeitou o pequeno futuro duque, Simom Basset, pois este demorou a falar e quando finalmente conseguiu, não parava de gaguejar... O jovem venceu suas limitações e prometeu para si mesmo que não levaria a diante o sangue de sua família.

Daphne Bridgerton, Uma jovem muito autêntica e esperta, que ao contrário de Simon, não via a hora de entrar na Igreja vestida de noiva. Vinda de uma família grande, aquilo era um desejo natural.
Os outros personagens de importância a serem citados são os da família de Daphne, ou seja, sua mãe, uma mulher caprichosa e ambiciosa como as outras daquela época.Tudo que Violet Bridgerton queria no momento era encontrar um bom marido para sua filha, afinal Daphne não era a única a lhe dá aquela preocupação, mas foi a iniciante.

Os irmão de Daphne também são importantes nessa trama, sobretudo o mais velho, Anthony, já que este era o melhor amigo do jovem duque.

Outras mães desesperadas em casar suas filhas também são colocadas no livros,assim como suas filhas e outros homens solteiros. Mas o que marca essa história é uma espécie de coluna de fofoca no jornal daquela localidade, pois a autora simplesmente sabia de tudo que acontecia entre as pessoas da sociedade e como diz o ditado "não tinha papas na língua" e não media esforços para alfinetar  diretamente a quem quer que fosse.

Por conta de sua promessa a si mesmo, o duque queria se livrar daquelas mulheres que  o assediavam diariamente desde que este voltou de viagem, então,  ao conhecer Daphne (de uma forma não muito comum) ficou fácil bolar um plano que atenderia aos desejos de ambos, mas é claro que isso não foi nada fácil, pois o irmão de Daphne simplesmente odiou a ideia e mesmo depois de saber que aquilo não passava de uma farsa, não demostrou nenhuma aprovação àquilo.

A plano dos dois estava dando certo até que... Até que Daphne começou a olhar o duque com outros olhos e, Droga! o  duque também estava envolvido naquele sentimento... aquela mulher simplesmente mexia com ele e era muito fácil imaginar coisas "pecaminosas" com ela, mas ele manteria sua promessa...será?

Bom, muita coisa acontece e a maioria delas despretensiosamente, como a noite em que os dois são pegos no jardim ou mesmo como o dia em que Daphne aparece montada numa égua em plena madrugada para impedir  que Simon fosse morto por seus irmãos.

A partir daí muita coisa começa a mudar e o leitor se surpreende com as próximas páginas,onde a paixão arderá nos corações de Daphne E Simon, onde o ódio de Simon por seu pai (quem vivo é mais) causará  grandes problemas,mas sobretudo, onde o poder do amor se mostrará mais forte do que qualquer adversidade ou promessa.

Essas 288 páginas são de muito fácil leitura, pois a escrita da autora é bem simples e ela sabe dosar muito cada palavra,deixando umas pitadas de humor e uma descarga de paixão sobre medida. Espero que você goste da nossa dica!

Boa leitura!

0 comentários:

Postar um comentário