domingo, 31 de maio de 2015

[Coleção Negra} Alvo Virtual

Alvo Virtual - Denise Danks


Sinopse


A repórter Georgina Powers vê a morte de perto ao ser atropelada por um carro, que foge sem prestar socorro. Traumatizada, não consegue mais sair de casa, nem mesmo para levar sua cachorra para passear. Mas os problemas insistem em bater à sua porta. Primeiro, com um ameaçador cartão-postal enviado pelos correios. Depois, com o assassinato de um amigo e uma jovem colega, grávida de dois meses, vítimas de uma bomba.

Mesmo sem sair da frente da tela do seu computador, Georgina vai descobrindo fatos assustadores sobre o duplo homicídio. Inclusive que pode ser a próxima vítima do assassino.

Resenha


Em Alvo Negro temos a história de uma jornalista, George (sim , é um nome feminino...), sofre um acidente de carro, ela é atropelada junto com o seu amigo,  Richard. Traumatizada com o acontecimento, ela se isola do mundo, se conectando com o mesmo apenas pelo computador e telefone.

Com medo de encarar o mundo grande de Londres, Georgina  busca apoio em poucas "velhas amizades", incluindo a segunda vítima do acidente (será mesmo um acidente?), Richard. 

Em meio a um trama envolvendo espionagem, marketing e jogos eletrônicos, temos uma série de assassinatos que envolvem uma motivação no mínimo inesperada. Mesmo sem sair de casa, George passa de vítima a investigadora, usando de todas as artimanhas aprendidas em anos de experiencia como jornalista. 

Não sei o que posso contar sem dar spoiler, mas tanto a motivação quanto o (os "os", no plural...) assassino são revelados de forma progressiva. Vamos descobrindo tudo isso por meio dela, das descobertas dela. 

Mesmo se tratando de um livro policial, a figura do investigador/detetive/policial está presente, mas não é o foco (tanto da narrativa quanto do enredo em si). A própria Georgina (com a ajuda principal de mais uma amiga, Cherry) eles conseguem desvendar o mistério.

"- Não acredito em demônios, Georgina. Acredito no mal que os homens fazem." , página 124.
Mesclando assassinatos com religião, Denise Danks conseguiu criar um suspense com vários elementos high-tech (deve-se levar em conta que é um livro de 2001, ou seja, os modems ainda eram via internet discada, por exemplo...).

Até a última página do livro ocorrem revelações/reviravoltas... Tudo bem que não é nada no estilo Agatha Christie de revelar sua trama, mas não deixam de ser boas revelações, que pegam qualquer um de surpresa, se não estiver atento.

É um livro curto, então não espere muitos personagens bem desenvolvidos... E nem muito aprofundamento. Não estou dizendo que é um livro superficial, é um livro curto somente. Fiquei com a sensação de "quero mais" (risos).

Ah, tem uma referência direta a episódios da famosa série de TV da década de 60 a 80, Hawaii Five-0


Sobre a Edição


Essa edição da Editora Record é impressa em papel Chamois fine dunas 80g/m². Folhas nem brancas e nem amarelas, eu diria que é um meio termo. Edição possui "orelhas" e é em tamanho um pouco menor do que os livros comuns (14x21 cm). 

No início de cada capítulo tem uma imagem remetendo  ao Pacman, o que eu achei bem interessante, deu um charme no livro:



Bom, essa foi a nossa dica da vez, espero que gostem. Para quem gosta de livros policiais esse thriler high-tech vai ser um prato cheio!

Se já leu algo da Denise Danks (ou até mesmo esse livro) deixe sua impressão ou dica nos comentários, esse foi meu primeiro livro dela...

Obrigado e Boa leitura!

0 comentários:

Postar um comentário