sábado, 14 de março de 2015

Um Homem de Sorte

Um Homem de Sorte - Nicholas Sparks



Sinopse


" Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografia dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o pais por ela."


"Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar o fim de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso que de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de Agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade o havia deixado exausto.

Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...)

Imaginava ter caminhado 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o Objetivo da viagem. Imaginava que algumas que algumas pessoas acreditava que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem a conotação poética. Outros pensavam que ele caminhava simplesmente pelo prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar. Simples assim. Gostava de partir quando sentia vontade, no seu próprio ritmo, para o lugar que quisesse. Depois de passar anos cumprindo ordens no Corpo de Fuzileiros Navais, a liberdade o atraía. (...) Até ter encontrar a fotografia, a vida de Thibault seguia como há muito havia planejado. Ele sempre tinha um plano. "

Resenha


  Nosso querido Sparks nos presenteia mais uma vez com uma obra maravilhosa, um livro  que aborda o tema  "destino " de maneira bastante interessante. "Um homem de sorte " possui uma história boníssima  e deveras emocionante.

 De um lado do Pais, Beth, uma mulher bonita, inteligente e mãe de um garoto maravilhoso, Ben.
Beth fora casada com Clayton, um homem bastante conhecido em sua cidade e, diga-se de passagem, bastante influente também.

Beth sabia que não o amava mais, na verdade ela jamais o amou, fora somente uma fantasia de garota; Seu primeiro namorado e inesperadamente pai de seu filho. Qual o problema de casar com Clayton? Mas o casamento durara tão pouco quanto o sentimento afetuoso que Beth sentira por ele e chegado o tempo ambos se deixaram, mas Cleyton continuara fazendo parte da vida de Ben.

Do outro lado Logan Thibault, um homem bastante intrigante, ex-fuzileiro naval e atualmente disposto a encontrar seu "destino", ainda que para isso fosse preciso atravessar o pais a pé em uma aventura bastante emocionante.

 Tudo começa quando o irmão de Beth, Drake, perde uma fotografia da irmã (Drake considerava a fotografia como um amuleto que o mantinha seguro nos campos de guerra) no Iraque e Thibault a encontra...

Após procurar pelo dono da fotografia,sem sucesso, Logan resolve ficar com ela e por algum motivo, a partir de então sua vida não é mais a mesma.

Victor, um amigo de Logan, cansara de lhe dizer o que aquela fotografia representaria para o amigo e o que ele faria algum dia, não dizia isso por dizer, dizia por acreditar que na vida, temos um destino e precisamos vivê-lo; e fora depois da surpreendente Morte do amigo que Thibault começara a acreditar naquelas palavras.De certa forma agora ele acreditava!

Por que alguém perdeu aquela fotografia? por que o dono não se manifestou para recupera-la? por que tudo era diferente quando ele estava com a fotografia? Tudo parecia ridículo, mas não havia outra explicação. Aquela fotografia era seu amuleto e um dia ele encontraria aquela mulher...(Ah, mas encontraria!) E quando a encontrasse acharia uma forma de retribuir sua gratidão.

O que Thibault não sabia era que assim como a foto de Beth lhe servira de amuleto na guerra, Thibault seria o amuleto de Beth em um futuro próximo.

Ao chegar em seu destino,Thibault busca uma maneira de se aproximar de Beth, mas ele sabia que não se tratava de uma obsessão ou coisa do tipo,ele só estava correndo atrás do seu destino, Victor deveria ter razão ao lhe dizer o que ele faria antes de sofrer aquele acidente... O  último contato entre ele e Logan.

Para início de tudo, Logan busca se aproximar daquela mulher e para isso aceita um trabalho no canil da avó dela, Nana. O emprego não era o melhor, ele com seu currículo pomposo com certeza conseguiria algo bem melhor, mas aquilo não seria nenhum sacrifico para Thibault, não quando se tem um pastor alemão que o acompanhara em uma viagem como aquela.

Aos poucos Thibault conquista a confiança de Ben e Nana, e, é claro que isso irá gerar um efeito positivo aos olhos que Beth.

Aos poucos Thibault começa a cumprir sua missão e entender o porquê de muita coisa, mas as coisas não são fáceis para ele, não quando se tem como inimigo o ex-marido de Beth, o pai de Ben, um policial e neto do homem mais influente da cidade...

 A trama segue de maneira simples e aos poucos o leitor se ver envolvido na história. Sem conseguir parar de ler, o leitor se aprofunda cada vez mais nos próximos acontecimento e vez ou outra é tomado por uma onda de emoção característica da escrita "Sparkeana" e assim segue rumo ao comovente e honroso desfeche.

Boa leitura!

0 comentários:

Postar um comentário