sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Os Elefantes Não Esquecem

Os Elefantes Não Esquecem - Agatha Christie



Sinopse


Perguntada a respeito da intrigante morte dos pais de sua afilhada, ocorrida há catorze anos, a escritora Ariadne Oliver não vê outra alternativa senão pedir ajuda a seu velho amigo, o detetive Hercule Poirot.

Afinal, o que exatamente aconteceu no penhasco onde o casal foi encontrado? Será que um atirou no outro e, em seguida, tirou a própria vida? Ou teria sido um pacto suicida? É chegado o momento de desenterrar velhas lembranças e tentar dar algum sentido a essa surpreendente história.

Resenha


Agatha Christie  simplesmente discorre sobre uma história fantástica e com sua peculiaridade de mistério e clareza ela consegue prender o leitor a essa fascinante História onde descobriremos que uma verdade por mais que custe vir à tona,sempre virá e isso se deve às lembranças que acompanham os "elefantes humanos".

A trama conta com  Ariadne Oliver, uma escritora de muito sucesso que num evento para escritores é surpreendida pela Sra. Burton-Cox, uma senhora um tanto quanto enigmática e sem muita afeição pelo que a cerca.

Esta havia procurado por Oliver pelo fato de que sua nora (noiva de seu filho, óbvio,né?) que era afilhada da escritora, possuía um passado meio duvidoso e isso poderia ter alguma relação com sua genética...O que seria péssimo para seu filho, Desmond Burton-cox, caso eles casassem,logo, era seu dever proteger a vida de seu filho. Então, precisava provar aquilo e evitar o pior.

Ao conversarem a Sra.Burton revira um passado misterioso que possui laços com ambas. Como assim? Bem... Burton tenta de algum modo voltar ao passado de sua nora e descobrir coisas que ainda naqueles dias estavam ocultas, principalmente para a polícia e ela conta com Oliver pelo simples fato de Ariadne escrever romance policial e sobretudo por ser bem próxima de Célia (ela imagina que seja).

Aquela conversa deixou a escritora curiosa; Ela realmente não havia pensado naquela tragédia com outros ângulos e mesmo sendo madrinha de Célia, elas nunca se aprofundaram naquele passado, talvez para evitar que algumas feridas fossem expostas.

Foi então que a escritora procurou por Poirot e por pessoas que acompanharam o caso naquela época, e os dois começaram a juntar pistas para descobrirem o que realmente havia ocorrido aos pais de Célia, o que realmente ocorreu antes de encontrarem seus corpos no penhasco.

Para os fãs da Agatha e de certa forma da inteligência de Poirot, adianto que como de costume é preciso prestar bastante atenção nos mínimos detalhes e o prazer é garantido nessa trama maravilhosa.

Boa leitura!

0 comentários:

Postar um comentário