sábado, 27 de dezembro de 2014

Echo Park + O Mirante

Echo Park + O Mirante - Michael Connelly




1- Echo Park


Sinopse


Em 1993, Harry Bosch investigou o desaparecimento da jovem Marie Gesto, que, após ser vista indo ao supermercado, nunca mais foi encontrada. Por mais que tenha lutado para descobrir o seu paradeiro, Harry não conseguiu concluir a investigação, que passou a figurar na lista da delegacia de casos abertos/não resolvidos. Agora, o detetive veterano vislumbra a chance de poder, finalmente, desvendar o mistério que o martirizou por tanto tempo.


2 - O Mirante



Sinopse


No seu primeiro caso a serviço da Delegacia Especial de Homicídios de Los Angeles, o experiente detetive Harry Bosch se depara com um cadáver no mirante de Mulholland Drive. Logo ele descobrirá que o crime parece ter relação com uma grave ameaça à segurança nacional. E que sua lista de preocupações passará a incluir itens tão diversos quanto o roubo de grande quantidade de césio 137 e a necessidade de trabalhar em parceria com o FBI e uma ex-amante.



Resenha


Nesses dois livros, temos o detetive Harry Bosch em busca de soluções para os crimes ocorridos na jurisdição do seu departamento. Michael Connelly consegue desenvolver uma trama policial marcante, com vários elementos que te prendem a atenção até o fim do livro. Desde a trama principal até as tramas secundárias (que se desenvolvem em encontro à trama principal), Connelly faz de Bosch um detetive cheio de peculiaridades. 

Em Echo Park temos o detetive Harry Bosch reabrindo um caso antigo em que ele foi incapaz de encontrar o culpado pelo "assassinato" de Marie Gesto. Pior, Bosch sequer conseguiu encontrar o corpo da vítima. 

Tendo novos indícios/provas do provável assassino e da localização do corpo de Gesto, Harry finalmente enxerga a possibilidade de desvendar o caso que o assombra a anos.

Contudo, no andar das investigações, ocorrem outras descoberta que tornam a investigação de Bosch algo que vai muito além de um assassinato. Intrigas internas, mortes e muito suspense estarão presentes até o fim do livro. Sim, até o final mesmo. A maneira como o Connelly entrelaça as tramas é o que mais me atraiu na obra dele. Parece que tudo se encaixa. Isso sem falar na narrativa excelente dele. A leitura flui facilmente.

Em O Mirante, temos novamente o detetive Harry Bosch investigando um novo caso de assassinato. Nesse caso, envolvem-se teorias sobre conspirações, assassinatos e romances. Novamente as tramas secundárias são a chave para solucionar o mistério que permeia o caso. Há também uma referência bem-humorada ao Stephen King.

O final desse último é simplesmente surpreendente. Sim, tudo o que imaginávamos sobre o caso é posto em prova e o resultado é algo sublime. 

Se fossemos seguir a ordem cronológica da obra do Connelly envolvendo o Harry Bosch, O Mirante viria exatamente após Echo Park. Ou seja, após a leitura de Echo Park, caso você queira continuar a seguir o Bosch cronologicamente, leia O Mirante. Porém não é necessário ler um antes do outro. São livros independentes (não se trata de uma saga, por exemplo). Algumas entrelinhas realmente se perdem para quem ainda não conhece o Bosch, mas nada que atrapalhe a leitura do livro. São pequenos detalhes, nada a mais nada a menos.

"Estamos todos no bico do corvo, pensou. Uns mais perto do que outros. Uns podem ver os golpes afiados chegando, enquanto outros não vão saber de nada até que as bicadas já estejam sobre seus olhos, mergulhando-os em uma escuridão eterna."  - O Mirante, página 275.

Essa é a nossa dica, leia O Mirante e/ou Echo Park se você gosta de uma boa história policial envolvendo excelentes tramas principais e secundárias.

0 comentários:

Postar um comentário