domingo, 30 de novembro de 2014

Ame o Oue é Seu

Ame o Que é Seu - Emily Giffin



Sinopse


O casamento de Ellen e Andy não parece perfeito, ele é perfeito. São inegáveis a profundidade da devoção mutua e o quanto um desperta o melhor no outro. Mas por obra do destino, certa tarde, Ellen revê Leo pela primeira vez em oito anos. Leo, o que revelou o pior nela. Leo, o que partiu seu coração sem se explicar. Leo, o que ela não conseguiu esquecer. Quando o reaparecimento dele desperta sentimentos há muito adormecidos, Ellen se põe a questionar se sua vida atual é de fato como ela queria que fosse.

Resenha


“Como seria a vida se tivéssemos feito outras escolhas?” “sempre que houver escolhas, haverá dúvida” essas frases não foram colocadas por acaso no capa do livro, não mesmo!

Emily Giffin utilizou um tema corriqueiro para cativar a atenção do leitor em seu maravilhoso romance “Ame o que é seu”. Escolhas! Exatamente isso, escolhas!

O livro conta a história de um casal no ápice de seu casamento, exatamente no centésimo dia.
Ellen, uma fotografa bem sucedida (digamos assim), casou-se com Andy, uma espécie de sonho de consumo de toda mulher, irmão de sua melhor amiga Margot que por sinal eram de uma família que parecia perfeita. Não, pera! Era perfeita mesmo.

O fato é que Ellen, recém-casada reencontra o que fora uma grande paixão. Era Léo seu ex-namorado, uma espécie de obsessão do passado e a partir de então sua vida muda gradativamente, sobretudo no íntimo de seus sentimentos e emoções. Era como se aquele reencontro tão curto reavivasse aquele sentimento que ela pensava ter se findado a pouco menos de oito anos, quando eles romperam o namoro sem motivo algum e sem ter nenhum reencontro até então.

Ellen não conta o ocorrido para ninguém, exceto para sua irmã mais velha e à medida que o tempo vai passando Ellen se encontra mais próxima de Léo novamente.

Por mais que ela tentasse se controlar por respeito a Andy, ela fracassou muitas vezes e para amenizar sua culpa repetia para si mesma que tudo não passava de uma relação de amizade, mas jamais se atreveu a contar ao seu querido esposo.

Será que Ellen realmente ama seu esposo? Estaria ela mais feliz se Margot, sua melhor amiga e atual cunhada não houvesse mandado Léo ir embora da ultima vez que ele tentou procura-la após o rompimento de seu namoro, sem ao menos a informar que ele havia voltado atrás?

Tudo começa a ficar mais complicado e ao mesmo tempo atraente quando Ellen recebe a proposta que vai alavancar sua carreira e ao final descobre que Léo fora o responsável.

O envolvimento dos dois começar a se intensificar e a essa altura muita coisa já não é mais como antes.

A partir de então o leitor fica cada vez mais cativo à leitura. É impossível não se envolver ainda mais com os próximos capítulos e dificílimo não “viver” as emoções dessa história como se estivesse na pele dos personagens.

A história prossegue cada vez mais emocionante e quando o leitor acha que tudo que poderia acontecer já ocorreu, fica maravilhado com a capacidade  da Emily em encontrar outras possibilidades  e reservar o melhor para o final .


0 comentários:

Postar um comentário